Dois processos para o sucesso empresarial

Ilustração: Freepik

Vendas é um processo. Esse processo tem etapas que podem variar de empresa para empresa. E sua empresa tem um processo formal e definido de vendas?

O primeiro passo para aumentar as vendas é entender como ela ocorre, que etapas precisam ser concluídas. E se não são, porque não foram?

Um cliente qualificado para vendas passa por etapas antes de comprar. No primeiro contato com o vendedor da sua empresa ou com o site , se sua empresa vender on-line, o cliente ainda não está pronto para comprar. Tem dúvidas se suas ofertas de produtos ou serviços são as melhores opções para satisfazer sua necessidade.

Quando o contato é feito com o profissional de vendas, esse precisa ser habilidoso em descobrir quais são as necessidades do cliente. A necessidade não está apenas na característica funcional do produto ou serviço. Vai além disso.

O papel do vendedor é o de investigar as motivações do cliente e detalhes não revelados. Fazer as perguntas certas é crucial para apresentar uma proposta adequada.

No caso de Ecommerce, essa interação quase não existe, exceto através de chats, que podem ser automatizados ou não, e outros canais de mensagens de texto e algumas empresas por telefone ( algo raro hoje em dia – falar no telefone! ).

Porém antes de se iniciar o processo de vendas outro processo precisa acontecer: o processo de marketing.

O processo de marketing alimenta o processo de vendas. É como uma linha de montagem de uma fábrica.

Eventualmente uma empresa pode ter um bom processo de vendas e não está vendendo o suficiente. Estará ele sendo bem alimentado pelo processo de marketing?

Marketing e vendas precisam trabalhar em conjunto para que o processo comercial como um todo tenha sucesso!

Alinhamento entre Equipe de Marketing e Vendas

Alinhamento entre Marketing e Vendas – Foto: designed by Freepik

Como é definido o papel de marketing e vendas na sua empresa?

O que faz o marketing? Quem faz o marketing? Como faz o marketing? Porque faz o marketing?

As mesmas perguntas devem ser feitas para vendas.

Entender o papel de cada equipe é fundamental para que haja sinergia.

O marketing precede as vendas. O primeiro contato com o público alvo de sua empresa é um papel do marketing. Pode ser feito por diversos canais de comunicação. Por exemplo: redes sociais, anúncios, blog, e também nas mídias tradicionais como panfletos e folders.

Qual o objetivo e metas do marketing na primeira fase da jornada do consumidor? O objetivo seria alcançar e fazer sua empresa conhecida para um maior número possível de pessoas. A meta poderia ser tornar sua empresa conhecida por 10.000 pessoas do seu público alvo nos próximos 3 meses.

Então onde entra a equipe de vendas? Ainda estará sem papel até que alguns do público alvo alcançado faça contato com sua empresa. Mas todo novo contato já deveria ser tratado por vendas ou marketing? Aí teremos um trabalho de qualificação desses contatos. Se tem ou não o perfil adequado para adquirir seus produtos ou serviços e se já está pronto para decidir a compra.

Identificando que o contato está qualificado para comprar seus produtos ou serviços, falta ainda convencê-lo a fazer isso. Esse é o papel de vendas. E a história acaba por aqui? Certamente não!

Após a compra ser consumada é preciso retro-alimentar o marketing com essa informação e ajudá-lo a trazer mais pessoas com esse perfil de comprador. Agora sim, a história acabou? Também não!

Após a compra é necessário que sua empresa garanta uma experiência de excelência na utilização do produto ou serviço vendido. Somente assim o cliente volta a comprar e também a recomendar seus produtos ou serviços para outras pessoas.

Dessa forma o ciclo se fecha e toda as pessoas da sua empresa, inclusive toda a área operacional de pós-venda, são responsáveis pelo sucesso empresarial.

A JR Lamego agora é HubSpot Solutions Provider

Temos o prazer de anunciar que a JR Lamego agora é um Parceiro Provedor de Soluções HubSpot. A HubSpot é uma plataforma líder de mercado, trabalhando lado a lado com parceiros especialistas para ajudar você a crescer os negócios através de inbound software, serviços e suporte.

O Programa de Parceiros de Soluções é um eco-sistema de experts que oferecem soluções em marketing, vendas, serviços aos cliente, web design, CRM, e serviços de TI. É uma comunidade global que acredita que colocar o cliente em primeiro lugar é a chave para o crescimento e capacita seus membros a oferecerem uma gama de soluções avançadas permeando toda a experiência do cliente.

Qual a importância disto?

Tecnologia é vital para ajudar as equipes de vendas e marketing a desenvolverem a melhor experiência possível para seus clientes. E a HubSpot é uma das melhores ferramentas do mercado. Já provamos esse impacto positivo em primeira mão nos nossos clientes.

Embora já certificado na HubSpot, se tornar um Parceiro Provedor de Soluções torna ainda mais fácil ajudar nossos clientes a extrair o melhor de uma ferramenta de automação de marketing e CRM. Agora estamos melhor preparados para explorar os recursos e expertise da HubSpot. Agora podemos ajudar nossos clientes a escalar os negócios com mais rapidez e menos fricção.

Se você estiver precisando de extrair mais valor da HubSpot para seu negócio ou está considerando como a HubSpot pode te ajudar, entre em contato!

Serra Pelada Digital

January photo created by freepik – http://www.freepik.com

Ao longo do tempo já ouvimos e lemos diversas histórias de corridas do ouro! Não somente no Brasil, desde o seu descobrimento, mas também mundo afora. O ciclo do ouro em Minas, os caçadores de esmeraldas e diamantes. 

A vontade e a esperança do enriquecimento rápido e fácil. E agora? Seria o Marketing Digital a nova Serra Pelada Digital?

Primeiro vamos definir o que é marketing. Desde a década de 60 vários acadêmicos nos Estados Unidos elaboraram suas teorias sobre as relações com o mercado. Dentre eles, um dos mais conceituados, Philip Kotler1, escreveu seu compêndio que se tornou literatura do ensino básico de Administração de Marketing. 

Em 2021, o mesmo Kotler que publicou em 1967 Marketing Management: Analysis, Planning and Control, publicou o Marketing 5.02, livro este que descreve o marketing no atual contexto tecnológico e com preocupações sociais. 

Com a pandemia, a aceleração para o digital se tornou obrigatória para quase todos os setores. Cursos presenciais tiveram que migrar para o digital. Info-produtos se espalharam rapidamente em diversas plataformas de venda com uma infinidade de ofertas de cursos, métodos e outros. 

Nas redes sociais, vemos um grande número de empreendedores digitais vendendo treinamentos e cursos, palestras, mentorias e oferecendo oportunidades de grandes negócios em curtíssimo espaço de tempo. Seria isso uma nova Serra Pelada Digital?

Os conceitos elaborados por Kotler na década de 60 ainda permanecem muito relevantes e válidos. Produto, preço, ponto de venda e promoção. Mercados e públicos e a relação entre eles. Pesquisa de mercado, orientação ao consumidor. 

Hoje em dia vários profissionais de diversos setores foram picados pelo mosquito da febre do ouro digital e se lançam em audaciosos projetos na expectativa de grandes lucros. Verdade, alguns, como em Serra Pelada, podem ter mesmo alcançado, mas muitos, também como em Serra Pelada, trabalharam pesado e não viram o sonho se realizar.

Sem uma estratégia de marketing sólida, o investimento em marketing digital pode ser como uma aposta de alto risco. E mesmo uma estratégia bem elaborada, ainda assim, como todo investimento, o risco existe porém pode ser mitigado.

Assim, com apoio de um profissional de marketing experiente estudando cada caso, pode-se investir no digital com uma expectativa realista de um bom retorno do investimento. 

KOTLER Philip – Administração de Marketing , análise, planejamento e controle, São Paulo, Editora Atlas, 1981.

KOTLER Philip, KARTAJAYA Hermawan, SETIAWAN Iwan, Marketing 5.0, Rio de Janeiro,Sextante, 2021.

Como ficam as empresas com a extinção do Universal Analytics do Google

A atualização tecnológica do site empresarial é indispensável. As plataformas de marketing estão em mudanças constantes. O mercado muda. O comportamento das pessoas muda. Logo, você também precisa mudar. Abaixo um artigo bem interessante publicado na Revista Exame – Link abaixo

https://exame.com/bussola/como-ficam-as-empresas-com-a-extincao-do-universal-analytics-do-google-2/

Como uma Agência de Tráfego Pago pode ajudar sua empresa

Primeiro vamos entender o que é tráfego pago. O nome “tráfego” significa trânsito, movimento, presença. 

Nas lojas físicas, como em um shopping center, é o volume de pessoas que transitam pelos corredores e lojas. O tráfego orgânico nos shoppings é composto por um número de pessoas que espontaneamente visitam o estabelecimento. 

Periodicamente, os shoppings fazem campanhas de marketing como “Liquidações”, “Dia das Mães”, “Black Friday”, “Natal” e com alguns atrativos extras como cupons de sorteio. Dessa forma geram um tráfego extra de pessoas investindo em propaganda nas mídias tradicionais ( TV, rádio ) e eventualmente nas mídias digitais ( Youtube, Meta, Google ). Isso é o tráfego pago.

Na internet, comércio eletrônico, site, redes sociais, a lógica é a mesma. O tráfego orgânico é aquele gerado espontaneamente nos ativos digitais da empresa. Porém é possível aumentar significativamente o número de visitantes através do tráfego pago. Na teoria sempre houve uma discussão sobre o significado de publicidade e propaganda. Entende-se como publicidade a exposição gratuita e propaganda a exposição paga.

O profissional de marketing especializado em tráfego pago domina as tecnologias digitais das maiores empresas de mídias digitais: Google, Meta e também as menores ou emergentes como LinkedIn, Twitter, TikTok e outras. Essas plataformas evoluem numa velocidade frenética sendo necessário uma constante atualização do profissional para acompanhar essa evolução. 

O profissional de marketing entende o negócio do cliente, o objetivo, as metas, o público alvo e estabelece uma estratégia de mídia de acordo com cada cliente.

O profissional de marketing faz a criação e gestão de performance das campanhas. Testa hipóteses, faz ajustes e otimiza para os resultados planejados.

Grandes empresas podem ter equipe de marketing própria ou terceirizar. Pequenas e médias empresas dificilmente terão essa estrutura. Assim ou fazem sem habilidades técnicas com resultados ruins ou contratam profissionais que gerem os resultados esperados.

A administração de marketing deve sempre visar o retorno do investimento. Essa é a métrica principal que toda empresa deve focar. 

O marketing não deve ser visto como centro de custo e sim centro de lucro e crescimento. Investir em marketing é indispensável para o crescimento sustentável de qualquer negócio. 

Dessa forma a agência oferece o suporte especializado para que a empresa acelere seu crescimento e maximize seu lucro.